jusbrasil.com.br
3 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    STJ - RECURSO ORDINARIO EM HABEAS CORPUS : RHC 16049 MG 2004/0062061-7

    PENAL E PROCESSUAL. ROUBO. PRISÃO PREVENTIVA. PRESSUPOSTOS E REQUISITOS. FUNDAMENTAÇÃO. MOTIVAÇÃO CONCRETA E ATUAL. INEXISTÊNCIA. CONSTRANGIMENTO ILEGAL. Para que se decrete a prisão preventiva, medida excepcional de cautela processual que é, mister se faz, como pressupostos, a prova do crime e a existência de indícios suficientes de autoria (art. 312, do CPP). Determina o artigo 312 do CPP que a prisão pode ser decretada "como garantia da ordem pública, da ordem econômica, por conveniência da instrução criminal ou para assegurar a aplicação da lei penal". Não subsiste, por ilegalidade evidente, decreto prisional que se funda exclusivamente na gravidade do delito, na extensão do prejuízo patrimonial e na presunção subjetiva de que, solto, o paciente voltará a delinqüir, sem que tal fundamentação refira fato concreto e atual, capaz de autorizar a custódia. Recurso ordinário provido.

    Superior Tribunal de Justiça
    há 12 anos
    Processo
    RHC 16049 MG 2004/0062061-7
    Orgão Julgador
    T6 - SEXTA TURMA
    Publicação
    DJ 30.08.2004 p. 333
    Julgamento
    10 de Agosto de 2004
    Relator
    Ministro PAULO MEDINA
    Andamento do Processo

    Ementa

    PENAL E PROCESSUAL. ROUBO. PRISÃO PREVENTIVA. PRESSUPOSTOS E REQUISITOS. FUNDAMENTAÇÃO. MOTIVAÇÃO CONCRETA E ATUAL. INEXISTÊNCIA. CONSTRANGIMENTO ILEGAL. Para que se decrete a prisão preventiva, medida excepcional de cautela processual que é, mister se faz, como pressupostos, a prova do crime e a existência de indícios suficientes de autoria (art. 312, do CPP). Determina o artigo 312 do CPP que a prisão pode ser decretada "como garantia da ordem pública, da ordem econômica, por conveniência da instrução criminal ou para assegurar a aplicação da lei penal". Não subsiste, por ilegalidade evidente, decreto prisional que se funda exclusivamente na gravidade do delito, na extensão do prejuízo patrimonial e na presunção subjetiva de que, solto, o paciente voltará a delinqüir, sem que tal fundamentação refira fato concreto e atual, capaz de autorizar a custódia. Recurso ordinário provido.

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/169379/recurso-ordinario-em-habeas-corpus-rhc-16049-mg-2004-0062061-7

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)