jusbrasil.com.br
3 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    Admitida reclamação de PM sobre desconto compulsório em contracheque

    Superior Tribunal de Justiça
    há 4 anos

    O ministro Arnaldo Esteves Lima, da Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ), admitiu o processamento de reclamação apresentada por policial militar contra o Colégio Recursal da Comarca de Itu (SP).

    O policial ingressou em juízo para questionar a obrigatoriedade da contribuição para assistência de saúde instituída pela Lei Estadual 452/74 para os policiais militares de São Paulo e pedir a devolução dos descontos feitos em seu contracheque nos últimos cinco anos. Para o servidor público, a norma é inconstitucional.

    Em primeira instância, o juiz reconheceu a inconstitucionalidade alegada. Contudo, entendeu que o policial não teria direito ao ressarcimento, já que teria concordado com os descontos. O colégio recursal manteve a decisão.

    No STJ, o policial sustentou que a jurisprudência pacífica do Tribunal determina a devolução dos valores requeridos, com fundamento no artigo 165 do Código Tributário Nacional.

    O ministro Arnaldo Esteves Lima, relator, visualizou provável divergência entre a jurisprudência do STJ e o entendimento do colégio recursal, e por isso admitiu a reclamação.

    Criado pela Constituição Federal de 1988, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) é a corte responsável por uniformizar a interpretação da lei federal em todo o Brasil, seguindo os princípios constitucionais e a garantia e defesa do Estado de Direito.
    Disponível em: http://stj.jusbrasil.com.br/noticias/100501795/admitida-reclamacao-de-pm-sobre-desconto-compulsorio-em-contracheque

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)