jusbrasil.com.br
5 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1017496 AM 2007/0301447-0

Superior Tribunal de Justiça
há 12 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

REsp 1017496 AM 2007/0301447-0

Órgão Julgador

T1 - PRIMEIRA TURMA

Publicação

DJe 19/02/2010

Julgamento

4 de Fevereiro de 2010

Relator

Ministro LUIZ FUX

Documentos anexos

Inteiro TeorRESP_1017496_AM_1306696425233.pdf
Certidão de JulgamentoRESP_1017496_AM_1306696425235.pdf
Relatório e VotoRESP_1017496_AM_1306696425234.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

PROCESSUAL CIVIL. ADMINISTRATIVO. RESPONSABILIDADE CIVIL DO ESTADO.PRISÃO ILEGAL. ATO OMISSIVO DO PODER PÚBLICO. INDENIZAÇÃO POR DANOSMATERIAIS, MORAIS E ESTÉTICOS. REDUÇÃO DO QUANTUM INDENIZATÓRIO.VALOR IRRISÓRIO OU ABUSIVO. NÃO CONFIGURADO. REMESSA NECESSÁRIA.REFORMATIO IN PEJUS. SÚMULA 45 DO STJ. SUCUMBÊNCIA RECÍPROCA.INAPLICABILIDADE. SÚMULA 326/STJ.

1. É vedado o agravamento da condenação imposta à Fazenda Pública,em sede de reexame necessário, ante a ratio essendi do teor daSúmula 45/STJ.
2. O reexame necessário, previsto no art. 475 do CPC, não pode serutilizado como mecanismo prejudicial à entidade de direito públicoque dele beneficiar-se-ia, porquanto manifestação do princípioinquisitório que tem como conseqüência o efeito translativo, quenada tem a ver com reformatio in pejus, que é manifestação doprincípio do efeito devolutivo do recurso (princípio dispositivo).Precedentes do STJ: AgRg no REsp 1095308/AM, PRIMEIRA TURMA, DJe27/04/2009; REsp 1089261/PR, PRIMEIRA TURMA, DJe 30/03/2009; REsp940.367/BA, PRIMEIRA TURMA, DJe 02/10/2008; REsp 764.245/MG, SEGUNDATURMA, DJe 04/08/2008; REsp 594.461/RS, SEGUNDA TURMA, DJ24/09/2007.3. Ademais, a ausência de recurso da parte vencedora, na primeirainstância, denota conformação in totum com o julgamento, sendodefeso valer da remessa oficial, cujo interesse tutelado é público.4. In casu, o Tribunal local em sede de reexame necessário, à mínguade recurso da parte vencedora, majorou a condenação imposta aoEstado do Amazonas de pagamento de R$ 60.000,00 (sessenta milreais), em razão de danos materiais e morais, atribuindo-lhe o valorde R$ 300.000,00 (trezentos mil reais).5. "Na ação de indenização por dano moral, a condenação em montanteinferior ao postulado na inicial não implica sucumbência recíproca"Súmula 326/STJ.6. Recurso Especial parcialmente provido para manter a sentença deprimeiro grau.

Acórdão

Vistos, relatados e discutidos estes autos, os Ministros da PRIMEIRA TURMA do Superior Tribunal de Justiça acordam, na conformidade dos votos e das notas taquigráficas a seguir, por unanimidade, dar parcial provimento ao recurso especial, nos termos do voto do Sr. Ministro Relator. Os Srs. Ministros Teori Albino Zavascki, Benedito Gonçalves (Presidente) e Hamilton Carvalhido votaram com o Sr. Ministro Relator. Ausente, justificadamente, a Sra. Ministra Denise Arruda.

Veja

  • INCIDÊNCIA DA SÚMULA 45/STJ
    • STJ -

Referências Legislativas

Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/19166594/recurso-especial-resp-1017496-am-2007-0301447-0