jusbrasil.com.br
7 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça
há 7 anos

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

S1 - PRIMEIRA SEÇÃO

Publicação

DJe 09/06/2015

Julgamento

11 de Março de 2015

Relator

Ministro ARNALDO ESTEVES LIMA

Documentos anexos

Certidão de JulgamentoSTJ_MS_17537_5b945.pdf
Relatório e VotoSTJ_MS_17537_efe72.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Certidão de Julgamento

Superior Tribunal de Justiça
Revista Eletrônica de Jurisprudência
  CERTIDÃO DE JULGAMENTO PRIMEIRA SEÇÃO Número Registro: 2011⁄0215542-0
PROCESSO ELETRÔNICO MS     17.537 ⁄ DF     PAUTA: 09⁄10⁄2013 JULGADO: 23⁄10⁄2013     Relator Exmo. Sr. Ministro  ARNALDO ESTEVES LIMA   Presidente da Sessão Exmo. Sr. Ministro HUMBERTO MARTINS   Subprocurador-Geral da República Exmo. Sr. Dr. FLAVIO GIRON   Secretária Bela. Carolina Véras   AUTUAÇÃO   IMPETRANTE : JOSÉ CARLOS ROSADO ADVOGADO : RICARDO LASMAR SODRÉ  E OUTRO(S) IMPETRADO : MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA INTERES. : UNIÃO   ASSUNTO: DIREITO ADMINISTRATIVO E OUTRAS MATÉRIAS DE DIREITO PÚBLICO - Servidor Público Civil - Processo Administrativo Disciplinar ou Sindicância   CERTIDÃO   Certifico que a egrégia PRIMEIRA SEÇÃO, ao apreciar o processo em epígrafe na sessão realizada nesta data, proferiu a seguinte decisão:   "Após o voto do Sr. Ministro Relator denegando a segurança, no que foi acompanhado pelo voto da Sra. Ministra Eliana Calmon, pediu vista antecipada o Sr. Ministro Napoleão Nunes Maia Filho. Aguardam os Srs. Ministros Herman Benjamin, Og Fernandes, Mauro Campbell Marques, Benedito Gonçalves, Sérgio Kukina e Ari Pargendler."
Documento: 32104665 CERTIDÃO DE JULGAMENTO
Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/198147553/mandado-de-seguranca-ms-17537-df-2011-0215542-0/certidao-de-julgamento-198147555

Informações relacionadas

Doutrina2017 Editora Revista dos Tribunais

10. Tese - É Lícita a Cassação de Aposentadoria de Servidor Público, Não Obstante o Caráter Contributivo do Benefício Previdenciário

4. Tese - A Aplicação da Pena de Demissão por Improbidade Administrativa Não é Exclusividade do Judiciário, Sendo Passível Sua Incidência no Âmbito do Processo Administrativo Disciplinar

Doutrina2019 Editora Revista dos Tribunais

15. Improbidade Administrativa - C) O Controle Sobre a Ação Administrativa do Estado

Doutrina2022 Editora Revista dos Tribunais

4. Teoria da Aplicação da Norma Sancionadora