jusbrasil.com.br
18 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL: AgRg no REsp 1271064 RS 2011/0188057-0

Superior Tribunal de Justiça
há 11 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
AgRg no REsp 1271064 RS 2011/0188057-0
Órgão Julgador
T2 - SEGUNDA TURMA
Publicação
DJe 14/10/2011
Julgamento
4 de Outubro de 2011
Relator
Ministro HUMBERTO MARTINS
Documentos anexos
Inteiro TeorAGRG-RESP_1271064_RS_1327027325422.pdf
Certidão de JulgamentoAGRG-RESP_1271064_RS_1327027325424.pdf
Relatório e VotoAGRG-RESP_1271064_RS_1327027325423.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

PROCESSUAL CIVIL. TRIBUTÁRIO. EMBARGOS À EXECUÇÃO FISCAL.COMPENSAÇÃO TRIBUTÁRIA PRETÉRITA ALEGADA COMO MATÉRIA DE DEFESA.POSSIBILIDADE. RECURSO REPETITIVO (ART. 543-C DO CPC). RESPPARADIGMA 1.008.343/SP.

1. A jurisprudência do STJ firmou-se no sentido de que é possível aalegação de compensação tributária em sede de embargos à execuçãofiscal, entendimento firmado inclusive em sede de recurso repetitivo (art. 543-C do CPC), quando do julgamento do REsp 1.008.343/SP,relatoria do Min. Luiz Fux.
2. A compensação já ocorreu, como bem destacou o acórdão, aoasseverar que a lide recai "unicamente na questão da compensaçãoefetuada", e também como destacam as razões da petição inicial dosembargos à execução fiscal, bem como reconhece a própria FazendaPública, na impugnação aos embargos, quando aduz que "a compensaçãoefetivada foi indevida".
3. Aplica-se ao caso a multa do art. 557, § 2º, do CPC no percentualde 10% (dez por cento) sobre o valor da causa, por questionamento dematéria já decidida em recurso repetitivo.Agravo regimental improvido.

Acórdão

Vistos, relatados e discutidos os autos em que são partes as acima indicadas, acordam os Ministros da Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça: "A Turma, por unanimidade, negou provimento ao agravo regimental, nos termos do voto do Sr. Ministro-Relator, sem destaque." Os Srs. Ministros Herman Benjamin, Mauro Campbell Marques e Castro Meira votaram com o Sr. Ministro Relator. Não participou, justificadamente, do julgamento o Sr. Ministro Cesar Asfor Rocha.

Veja

  • EMBARGOS À EXECUÇÃO FISCAL - COMPENSAÇÃO TRIBUTÁRIA PRETÉRITA ALEGADA COMO MATÉRIA DE DEFESA
    • STJ -

Referências Legislativas

Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/21069734/agravo-regimental-no-recurso-especial-agrg-no-resp-1271064-rs-2011-0188057-0-stj

Informações relacionadas

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciaano passado

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO INTERNO NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AgInt no AREsp 1735012 CE 2020/0186485-7

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 2 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL: AgInt no REsp 1795347 RJ 2018/0242270-8

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 6 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AgRg no AREsp 217561 PR 2012/0170955-0