jusbrasil.com.br
26 de Junho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça STJ - HABEAS CORPUS: HC 187669 BA 2010/0189422-5

Superior Tribunal de Justiça
há 11 anos

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

T5 - QUINTA TURMA

Publicação

DJe 27/06/2011

Julgamento

24 de Maio de 2011

Relator

Ministro NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO

Documentos anexos

Inteiro TeorHC_187669_BA_1327438878182.pdf
Certidão de JulgamentoHC_187669_BA_1327438878184.pdf
Relatório e VotoHC_187669_BA_1327438878183.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

HABEAS CORPUS LIBERATÓRIO. NARCOTRAFICÂNCIA (ART. 33, CAPUT DA LEI11.343/06). PRISÃO EM FLAGRANTE EM 03.09.2010. LIBERDADE PROVISÓRIA.NECESSIDADE DE FUNDAMENTAÇÃO PARA A MANUTENÇÃO DE TODAS AS PRISÕESPROVISÓRIAS. ART. 93, IX DA CF. CUSTÓDIA CAUTELAR DEVIDAMENTEJUSTIFICADA NO CASO CONCRETO. GARANTIA DA ORDEM PÚBLICA. QUANTIDADEE NATUREZA DA DROGA (126 PIPETAS DE COCAÍNA, 125 PIPETAS DE CRACK,16 TABLETES, 20 TROUXINHAS E 1 TIJOLO DE MACONHA). ALEGAÇÃO DEDESPROPORCIONALIDADE DA CUSTÓDIA CAUTELAR EM FACE DE POSSÍVELCONDENAÇÃO COM APLICAÇÃO DA REDUTORA DO § 4o. DO ART. 33 DA LEI DEDROGAS. DISCUSSÃO PREMATURA E INVIÁVEL EM SEDE DE HABEAS CORPUS.PARECER DO MPF PELA DENEGAÇÃO DO WRIT. ORDEM DENEGADA.

1. Todas as prisões antes do trânsito em julgado da sentença penalcondenatória tem caráter cautelar e devem estar amparadas em algumdos pressupostos do art. 312 do CPP; dessa forma, a adequadafundamentação da decisão judicial que a decreta ou que a mantem (nocaso de prisão em flagrante), ainda que se trate de crime hediondoou a ele equiparado, como na hipótese de tráfico de drogas, érequisito fundamental e indispensável para a sua validade no nossoordenamento jurídico, em face do disposto no art. 93, IX daConstituição Federal, que não pode ser excepcionado por norma decaráter infraconstitucional.
2. No caso concreto, presentes indícios veementes de autoria eprovada a materialidade do delito, a manutenção da prisão cautelarencontra-se plenamente justificada na garantia da ordem pública,dada a quantidade e a natureza do entorpecente apreendido (126pipetas de cocaína, 125 pipetas de crack, 16 tabletes, 20 trouxinhase 1 tijolo de maconha), que indicam a prática reiterada da condutacomo meio de vida.
3. Não prospera a assertiva de que a custódia cautelar édesproporcional à futura pena do paciente, pois só a conclusão dainstrução criminal será capaz de revelar qual será a pena adequada eo regime ideal para o seu cumprimento, sendo inviável essa discussãonesta ação de Habeas Corpus.

Acórdão

Vistos, relatados e discutidos estes autos, acordam os Ministros da QUINTA TURMA do Superior Tribunal de Justiça, na conformidade dos votos e das notas taquigráficas a seguir, por unanimidade, denegar a ordem. Os Srs. Ministros Jorge Mussi, Adilson Vieira Macabu (Desembargador convocado do TJ/RJ), Gilson Dipp e Laurita Vaz votaram com o Sr. Ministro Relator. Sustentou oralmente : Dr. Abdon Antônio Abbade dos Reis (p/ pacte).

Veja

  • LIBERDADE PROVISÓRIA - CRIMES HEDIONDOS OU EQUIPARADOS
    • STJ -

Referências Legislativas

Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/21109691/habeas-corpus-hc-187669-ba-2010-0189422-5-stj

Informações relacionadas

Jurisprudênciahá 12 anos

Poder Judiciário do Estado do Acre TJ-AC - Habeas Corpus: HC 1102 AC 2010.001102-8

Superior Tribunal de Justiça STJ - HABEAS CORPUS: HC 331861 MT 2015/0187488-5

É ilegítima a prisão provisória quando a medida for mais gravosa que a própria sanção a ser aplicada

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 5 meses

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO EM HABEAS CORPUS: RHC 157904 MG 2021/0385770-9

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 7 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - HABEAS CORPUS: HC 331861 MT 2015/0187488-5