jusbrasil.com.br
15 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça
há 10 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

S2 - SEGUNDA SEÇÃO

Publicação

Julgamento

Relator

Ministro PAULO DE TARSO SANSEVERINO

Documentos anexos

Inteiro TeorAR_2830_SP_1330970273474.pdf
Certidão de JulgamentoAR_2830_SP_1330970273476.pdf
Relatório e VotoAR_2830_SP_1330970273475.pdf
VotoAR_2830_SP_1330970273477.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Certidão de Julgamento

CERTIDAO DE JULGAMENTO
SEGUNDA SEÇAO
Número Registro: 2003/XXXXX-4
AR 2.830 / SP
Números Origem: XXXXX 199600515689
PAUTA: 14/12/2011 JULGADO: 14/12/2011
Relator
Exmo. Sr. Ministro PAULO DE TARSO SANSEVERINO
Revisora
Exma. Sra. Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI
Presidente da Sessão
Exmo. Sr. Ministro SIDNEI BENETI
Subprocurador-Geral da República
Exmo. Sr. Dr. PEDRO HENRIQUE TÁVORA NIESS
Secretária
Bela. ANA ELISA DE ALMEIDA KIRJNER
AUTUAÇAO
AUTOR : MÁRIO PEREIRA LIMA
ADVOGADO : OLAVO ZAMPOL E OUTRO (S)
RÉU : IRMAOS BORLENGHI LTDA
ADVOGADO : VLADIMIR OLIVEIRA BORTZ E OUTRO (S)
RÉU : GUILHERME BRAZ ESCAROUPA POCINHO
RÉU : MARIA DO ROSÁRIO
ASSUNTO: REGISTROS PÚBLICOS
CERTIDAO
Certifico que a egrégia SEGUNDA SEÇAO, ao apreciar o processo em epígrafe na sessão realizada nesta data, proferiu a seguinte decisão:
A Seção, por unanimidade, julgou improcedente a ação rescisória, nos termos do voto do Sr. Ministro Relator.
Os Srs. Ministros Maria Isabel Gallotti, Antonio Carlos Ferreira, Ricardo Villas Bôas Cueva, Março Buzzi, Massami Uyeda, Luis Felipe Salomão e Raul Araújo votaram com o Sr. Ministro Relator.
Ausente, ocasionalmente, a Sra. Ministra Nancy Andrighi.
Brasília, 14 de dezembro de 2011 ANA ELISA DE ALMEIDA KIRJNER
Secretária

Documento: XXXXX CERTIDÃO DE JULGAMENTO
Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/21285225/acao-rescisoria-ar-2830-sp-2003-0076314-4-stj/certidao-de-julgamento-21285228

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO: APL XXXXX-05.2015.8.19.0001

Rodrigo Silva Froes, Advogado
Artigoshá 6 anos

As 12 regras do Contrato de Compra e Venda de Imóvel

Tribunal de Justiça de Goiás
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça de Goiás TJ-GO - Apelação (CPC): XXXXX-94.2017.8.09.0107

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO: APL XXXXX-05.2015.8.19.0001

Rede de Ensino Luiz Flávio Gomes
Notíciashá 14 anos

Admite-se prova ilícita em processo civil, à luz do princípio da proporcionalidade? - Fernanda Braga