jusbrasil.com.br
7 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL: AgRg no REsp 1291328 RS 2011/0265253-0

Superior Tribunal de Justiça
há 10 anos

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

T1 - PRIMEIRA TURMA

Publicação

DJe 09/05/2012

Julgamento

24 de Abril de 2012

Relator

Ministro NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO

Documentos anexos

Inteiro TeorAGRG-RESP_1291328_RS_1337366951449.pdf
Certidão de JulgamentoAGRG-RESP_1291328_RS_1337366951451.pdf
Relatório e VotoAGRG-RESP_1291328_RS_1337366951450.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

AGRAVO REGIMENTAL EM RECURSO ESPECIAL. ENADE. IMPOSSIBILIDADE DECOMPARECIMENTO. EXPEDIÇÃO DE DIPLOMA. MANDADO DE SEGURANÇA CONFERIDONA ORIGEM, QUE POSSIBILITOU A COLAÇÃO DE GRAU PELO RECORRIDO, EM16.01.10. SITUAÇÃO CONSOLIDADA. TEORIA DO FATO CONSUMADO.PRECEDENTES DO STJ. AGRAVO REGIMENTAL A QUE SE NEGA PROVIMENTO.

1. In casu, a liminar concedida em primeira instância possibilitouque o estudante obtivesse o diploma de conclusão do Ensino Médio em16.01.10, ou seja, há mais de dois anos. Há a cristalização dasituação fática em razão do decurso de tempo entre a colação de graue os dias atuais, de maneira que a reversão desse quadro implicariaem danos irreparáveis ao agravado.
2. A teoria do fato consumado apoia-se na evidência empírica deque o tempo não retrocede - pelo contrário, foge irreparavelmente -de sorte que é naturalmente impossível regressar-se a situaçõesultrapassadas, para desconstituir relações que se consolidaram comofatos. Precedentes deste STJ na aplicação da teoria do fatoconsumado.

Acórdão

Vistos, relatados e discutidos estes autos, acordam os Ministros da Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça, na conformidade dos votos e das notas taquigráficas a seguir, por unanimidade, negar provimento ao Agravo Regimental, nos termos do voto do Sr. Ministro Relator. Os Srs. Ministros Benedito Gonçalves, Teori Albino Zavascki e Arnaldo Esteves Lima (Presidente) votaram com o Sr. Ministro Relator. Ausente, justificadamente, o Sr. Ministro Francisco Falcão.
Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/21669421/agravo-regimental-no-recurso-especial-agrg-no-resp-1291328-rs-2011-0265253-0-stj

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 311XXXX-61.2009.8.13.0433 Montes Claros

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciahá 8 anos

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - REEXAME NECESSARIO: REEX 019XXXX-93.2012.8.19.0001 RJ 019XXXX-93.2012.8.19.0001

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 11 meses

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Remessa Necessária Cível: 103XXXX-91.2020.8.26.0053 SP 103XXXX-91.2020.8.26.0053

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP: 100XXXX-75.2017.8.26.0037 SP 100XXXX-75.2017.8.26.0037

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL: AgRg no REsp 1291328 RS 2011/0265253-0