jusbrasil.com.br
7 de Dezembro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO REGIMENTAL NOS EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA EM AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL : AgRg nos EAREsp 122031 PR 2012/0108487-9

Superior Tribunal de Justiça
há 9 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
AgRg nos EAREsp 122031 PR 2012/0108487-9
Órgão Julgador
CE - CORTE ESPECIAL
Publicação
DJe 10/10/2012
Julgamento
3 de Outubro de 2012
Relator
Ministro CASTRO MEIRA
Documentos anexos
Certidão de JulgamentoAGRG-EARESP_122031_PR_1351958978273.pdf
Relatório e VotoAGRG-EARESP_122031_PR_1351958978272.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

PROCESSO CIVIL. AGRAVO REGIMENTAL NOS EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA. AÇÃOCIVIL PÚBLICA. PRESCRIÇÃO DA EXECUÇÃO INDIVIDUAL. APLICAÇÃO PORANALOGIA DO ART. 21DA LAP. VIOLAÇÃO DO ART. 557, § 1º, DO CPC.AUSÊNCIA DE SIMILITUDE FÁTICA. AGRAVO NÃO PROVIDO.

1. Não há violação do art. 557, § 1º, do CPC quando o relatorverifica que os embargos de divergência são manifestamentedescabidos e os indefere monocraticamente, nos termos do art. 266, § 3º do RISTJ, ante a ausência de similitude fática entre os julgadostrazidos a cotejo.
2. Para o conhecimento dos embargos de divergência, cumpre aorecorrente demonstrar que os arestos confrontados partiram desimilar contexto fático para atribuir soluções jurídicasdissonantes.
3. In casu, ausente a necessária similitude fática entre os acórdãosrecorrido e paradigma. O julgado da Primeira Turma apreciou açãocivil pública para o ressarcimento de dano ao erário, enquanto que oaresto impugnado examinou a prescrição de execução individual deação coletiva, em que se conferiu aos poupadores o direito aosexpurgos inflacionários sobre a caderneta de poupança.
4. Em casos análogos, a Corte Especial vem indeferindo os embargosde divergência. Vejam-se: AgRg nos EREsp 1279781/PR, Rel. Min. MariaThereza de Assis Moura, DJe 21.08.12 e EAResp 114.401/PR, Rel. Min.Castro Meira, julg. em 15.08.12.5. Agravo regimental não provido.

Acórdão

Vistos, relatados e discutidos os autos em que são partes as acima indicadas, acordam os Ministros da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça, por unanimidade, negar provimento ao agravo regimental, nos termos do voto do Sr. Ministro Relator. Os Srs. Ministros Arnaldo Esteves Lima, Humberto Martins, Herman Benjamin, Napoleão Nunes Maia Filho, Sidnei Beneti, Luis Felipe Salomão, Mauro Campbell Marques, Benedito Gonçalves, Raul Araújo, Francisco Falcão, Laurita Vaz e Teori Albino Zavascki votaram com o Sr. Ministro Relator. Impedido o Sr. Ministro Massami Uyeda. Ausentes, justificadamente, os Srs. Ministros Ari Pargendler, Gilson Dipp, Eliana Calmon, Nancy Andrighi, João Otávio de Noronha e Maria Thereza de Assis Moura. Convocados os Srs. Ministros Napoleão Nunes Maia Filho, Sidnei Beneti, Luis Felipe Salomão, Mauro Campbell Marques, Benedito Gonçalves e Raul Araújo.
Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/22580953/agravo-regimental-nos-embargos-de-divergencia-em-agravo-em-recurso-especial-agrg-nos-earesp-122031-pr-2012-0108487-9-stj

Informações relacionadas

Danielli Xavier Freitas, Advogado
Artigoshá 7 anos

Segredo de justiça nas ações de improbidade administrativa

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL : AREsp 679431 MG 2015/0059604-7