jusbrasil.com.br
6 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 265133 RJ 2000/0064103-0

Superior Tribunal de Justiça
há 22 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

REsp 265133 RJ 2000/0064103-0

Órgão Julgador

T4 - QUARTA TURMA

Publicação

DJ 23.10.2000 p. 145
JSTJ vol. 21 p. 294
LEXSTJ vol. 138 p. 233
RSTJ vol. 137 p. 485

Julgamento

19 de Setembro de 2000

Relator

Ministro SÁLVIO DE FIGUEIREDO TEIXEIRA
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

CIVIL E PROCESSUAL CIVIL. DANO MORAL. LOJAS DE DEPARTAMENTOS. CONSTRANGIMENTO ILEGAL E CÁRCERE PRIVADO. INDENIZAÇÃO. QUANTUM. RAZOABILIDADE. NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL. AUSÊNCIA. INTERESSE RECURSAL ALTERAÇÃO DO PEDIDO. INOCORRÊNCIA. RECURSO DESACOLHIDO.

I - Inconcebível que empresas comerciais, na proteção aos seus interesses comerciais, violentem a ordem jurídica, inclusive encarcerando pessoas em suas dependências sob a suspeita de furto de suas mercadorias.
II - Diante dos fatos assentados pelas instâncias ordinárias, razoável a indenização arbitrada pelo Tribunal de origem, levando-se em consideração não só a desproporcionalidade das agressões pelos seguranças como também a circunstância relevante de que as lojas de departamentos são locais freqüentados diariamente por milhares de pessoas e famílias.
III - A indenização por danos morais deve ser fixada em termos razoáveis, não se justificando que a reparação venha a constituir-se em enriquecimento sem causa, com manifestos abusos e exageros, devendo o arbitramento operar-se com moderação, proporcionalmente ao grau de culpa e ao porte econômico das partes, orientando-se o juiz pelos critérios sugeridos pela doutrina e pela jurisprudência, com razoabilidade, valendo-se de sua experiência e do bom senso, atento à realidade da vida e às peculiaridades de cada caso. Ademais, deve ela contribuir para desestimular o ofensor a repetir o ato, inibindo sua conduta antijurídica.
IV - Em face dos manifestos e freqüentes abusos na fixação do quantum indenizatório, no campo da responsabilidade civil, com maior ênfase em se tratando de danos morais, lícito é ao Superior Tribunal de Justiça exercer o respectivo controle.
V - Não carece de interesse recursal a parte que, em ação de indenização por danos morais, deixa a fixação do quantum ao prudente arbítrio do juiz, e posteriormente apresenta apelação discordando do valor arbitrado. Nem há alteração do pedido quando a parte, apenas em sede de apelação, apresenta valor que, a seu ver, se mostra mais justo.
VI - Inocorre negativa de prestação jurisdicional quando os temas colocados pela parte são suficientemente analisados pela instância de origem

Acórdão

Vistos, relatados e discutidos estes autos, acordam os Ministros da Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça, na conformidade dos votos e das notas taquigráficas a seguir, por unanimidade, não conhecer do recurso. Votaram com o Relator os Ministros Barros Monteiro, Cesar Asfor Rocha, Ruy Rosado de Aguiar e Aldir Passarinho Júnior.

Resumo Estruturado

POSSIBILIDADE, AUTOR, AÇÃO DE INDENIZAÇÃO, DANO MORAL, INTERPOSIÇÃO, RECURSO JUDICIAL, OBJETIVO, AUMENTO, VALOR, INDENIZAÇÃO, FIXAÇÃO, SENTENÇA JUDICIAL, INDEPENDENCIA, FALTA, INDICAÇÃO, VALOR CERTO E DETERMINADO, AMBITO, PETIÇÃO INICIAL, EXISTENCIA, INTERESSE PROCESSUAL, NÃO CARACTERIZAÇÃO, ALTERAÇÃO, PEDIDO. NÃO CARACTERIZAÇÃO, LEGITIMA DEFESA, ESTABELECIMENTO COMERCIAL, OBJETIVO, EXCLUSÃO, RESPONSABILIDADE, PREJUIZO, HIPOTESE, AÇÃO DE INDENIZAÇÃO, DANO MORAL, DECORRENCIA, MANUTENÇÃO, CARCERE PRIVADO, AUTOR, ALEGAÇÃO, FURTO, MERCADORIA, CARACTERIZAÇÃO, DESPROPORCIONALIDADE, CONDUTA. CABIMENTO, STJ, CONTROLE, REVISÃO, FIXAÇÃO, VALOR, INDENIZAÇÃO, DANO MORAL, NECESSIDADE, OBSERVANCIA, PRINCIPIO DA RAZOABILIDADE, CONDIÇÃO ECONOMICA, REU, MOMENTO, ARBITRAMENTO.

Veja

  • LEGITIMA DEFESA
    • STJ - RESP 170563 -MG
  • CONTROLE STJ
    • STJ - RESP 215607 -RJ
  • MODERAÇÃO ARBITRAMENTO INDENIZAÇÃO
    • STJ - RESP 243093 -RJ

Doutrina

  • Obra: CÓDIGO CIVIL ANOTADO, SARAIVA, P. 153
  • Autor: MARIA HELENA DINIZ
  • Obra: CURSO DE DIREITO CIVIL, DEL REY, V. 1, . P. 267
  • Autor: MARÇO AURELIO S. VIANA
  • Obra: RESPONSABILIDADE CIVIL, 6ªED., SARAIVA, P. 303
  • Autor: C. ROBERTO GONÇALVES

Referências Legislativas

Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/332638/recurso-especial-resp-265133-rj-2000-0064103-0

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - PROCESSO CÍVEL E DO TRABALHO - Recursos - Apelação: APL 000XXXX-63.2011.8.16.0126 PR 000XXXX-63.2011.8.16.0126 (Acórdão)

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - PROCESSO CÍVEL E DO TRABALHO - Recursos - Recurso Inominado: RI 000XXXX-74.2018.8.16.0058 PR 000XXXX-74.2018.8.16.0058 (Acórdão)

Professor Rafael Siqueira, Advogado
Modeloshá 6 anos

[Modelo] Petição inicial de vício do produto

Telma  Dantas, Advogado
Modeloshá 2 anos

Petição inicial - Ação de indenização por danos patrimoniais e morais por não prestação de serviço

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 9 anos

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Apelação: APL 7240424 PR 724042-4 (Acórdão)