jusbrasil.com.br
11 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça
há 6 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

S2 - SEGUNDA SEÇÃO

Publicação

Julgamento

Relator

Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI

Documentos anexos

Inteiro TeorSTJ_RESP_1399199_fbf1c.pdf
Certidão de JulgamentoSTJ_RESP_1399199_bd51b.pdf
Relatório e VotoSTJ_RESP_1399199_91c30.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Certidão de Julgamento

Superior Tribunal de Justiça
Revista Eletrônica de Jurisprudência
  CERTIDÃO DE JULGAMENTO SEGUNDA SEÇÃO Número Registro: 2013⁄0275547-5
PROCESSO ELETRÔNICO REsp 1.399.199 ⁄ RS   Números Origem:  XXXXX  111202041974  XXXXX12012821001  70052320389  70053643896     PAUTA: 24⁄02⁄2016 JULGADO: 24⁄02⁄2016   SEGREDO DE JUSTIÇA Relatora Exma. Sra. Ministra  MARIA ISABEL GALLOTTI   Presidente da Sessão Exmo. Sr. Ministro RAUL ARAÚJO   Subprocurador-Geral da República Exmo. Sr. Dr. HUGO GUEIROS BERNARDES FILHO   Secretária Bela. ANA ELISA DE ALMEIDA KIRJNER   AUTUAÇÃO   RECORRENTE : L DE A L ADVOGADO : JOSÉ FERNANDES MOURA RECORRIDO : A P N S ADVOGADO : FERNANDA ALMINHA DELLAROSA E OUTRO(S)   ASSUNTO: DIREITO CIVIL - Família - Casamento - Dissolução   CERTIDÃO   Certifico que a egrégia SEGUNDA SEÇÃO, ao apreciar o processo em epígrafe na sessão realizada nesta data, proferiu a seguinte decisão:   Após o voto da Sra. Ministra Maria Isabel Gallotti, Relatora, negando provimento ao recurso especial, pediu VISTA antecipadamente o Sr. Ministro Luis Felipe Salomão. Aguardam os Srs. Ministros Antonio Carlos Ferreira, Ricardo Villas Bôas Cueva, Marco Buzzi, Marco Aurélio Bellizze, Moura Ribeiro, João Otávio de Noronha e Paulo de Tarso Sanseverino.  
Documento: XXXXX CERTIDÃO DE JULGAMENTO
Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/340013070/recurso-especial-resp-1399199-rs-2013-0275547-5/certidao-de-julgamento-340013090

Informações relacionadas

CRISTIANA MARQUES ADVOCACIA, Advogado
Notíciashá 6 anos

Divórcio, partilha e imóvel adquirido com recursos doados e oriundos do FGTS

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 11 meses

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL: AgInt no REsp XXXXX SP 2021/XXXXX-4

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp XXXXX RS 2013/XXXXX-5

Bianca Pivetta ADVOCACIA, Advogado
Artigosano passado

Investimentos financeiros entram na divisão de bens em caso de divórcio?

Do direito do cônjuge ou companheiro à meação sobre os depósitos do FGTS e/ou do PIS-PASEP realizados durante a constância do casamento ou da união estável.