jusbrasil.com.br
5 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 740127 SC 2005/0056255-6

Superior Tribunal de Justiça
há 16 anos

Detalhes da Jurisprudência

Processo

REsp 740127 SC 2005/0056255-6

Órgão Julgador

T3 - TERCEIRA TURMA

Publicação

DJ 13.02.2006 p. 799

Julgamento

11 de Outubro de 2005

Relator

Ministra NANCY ANDRIGHI

Documentos anexos

Inteiro TeorRESP_740127_SC_11.10.2005.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

Direito civil e processual civil. Recurso especial. Família. Adoção de menor. Lei vigente. Aplicabilidade. Sucessão. Ordem de vocação hereditária. Legitimidade dos irmãos. - Nas questões que versam acerca de direito sucessório, aplica-se a lei vigente ao tempo da abertura da sucessão. - As adoções constituídas sob a égide dos arts. 376 e 378 do CC/16 não afastam o parentesco natural, resultante da consangüinidade, estabelecendo um novo vínculo de parentesco civil tão-somente entre adotante e adotado. - Tem, portanto, le (s) gitimidade ativa para instaurar procedimento de arrolamento sumário de bens, o parente consangüíneo em 2º grau na linha colateral , notadamente quando, pela orde (irmão natural) m de vocação hereditária, ausentes descendentes, ascendentes , ou cônjuge do falecido.(naturais e civis) Recurso especial conhecido e provido.

Acórdão

Vistos, relatados e discutidos estes autos, acordam os Ministros da TERCEIRA TURMA do Superior Tribunal de Justiça, na conformidade dos votos e das notas taquigráficas constantes dos autos, por unanimidade, conhecer do recurso especial e dar-lhe provimento, nos termos do voto da Sra. Ministra Relatora. Os Srs. Ministros Castro Filho, Humberto Gomes de Barros, Ari Pargendler e Carlos Alberto Menezes Direito votaram com a Sra. Ministra Relatora.

Resumo Estruturado

LEGITIMIDADE, PARENTE CONSANGÜÍNEO EM LINHA COLATERAL, HABILITAÇÃO, SUCESSÃO, IRMÃO, ADOÇÃO, POR, OUTRA, FAMÍLIA / HIPÓTESE, INEXISTÊNCIA, DESCENDENTE, ASCENDENTE, E, CÔNJUGE, DE CUJUS / DECORRÊNCIA, ADOÇÃO, NÃO, EXTINÇÃO, PARENTESCO NATURAL ; NECESSIDADE, APLICAÇÃO, LEI, VIGÊNCIA, MOMENTO, ABERTURA DA SUCESSÃO ; OBSERVÂNCIA, ARTIGO, CÓDIGO CIVIL, 1916, REFERÊNCIA, ADOÇÃO, E, ARTIGO, REFERÊNCIA, VOCAÇÃO HEREDITÁRIA ; OBSERVÂNCIA, PRECEDENTE, STJ, E, STF.

Veja

  • INEXISTÊNCIA - EXTINÇÃO - PARENTESCO NATURAL - DECORRÊNCIA -
    ADOÇÃO
    • STJ - RESP 201469 -RJ
  • APLICAÇÃO - LEI VIGENTE - ÉPOCA - SUCESSÃO
    • STJ - RESP 205517 -SP, RESP 79511 -GO
  • IRMÃOS CONSANGÜÍNEOS - SUCESSÃO - IRMÃO ADOTADO POR OUTRA FAMÍLIA
    • STF - RE 196434/SP

Doutrina

  • Obra: TRATADO DE DIREITO PRIVADO, P. 238.
  • Autor: PONTES DE MIRANDA

Referências Legislativas

Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/56385/recurso-especial-resp-740127-sc-2005-0056255-6

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 15 anos

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Apelação Cível: AC 3951779 PR 0395177-9

Tribunal de Justiça de Goiás
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça de Goiás TJ-GO - Apelação (CPC): 004XXXX-40.2015.8.09.0175

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 7 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1128539 RN 2009/0048999-7

Tribunal de Justiça de Goiás
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça de Goiás TJ-GO - APELACAO: APL 039XXXX-50.2011.8.09.0127

Doutrina2017 Editora Revista dos Tribunais

Capítulo I - Disposições gerais