jusbrasil.com.br
23 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça
há 13 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
RMS 29407 PR 2009/0079617-8
Órgão Julgador
T1 - PRIMEIRA TURMA
Publicação
DJe 24/06/2009
Julgamento
9 de Junho de 2009
Relator
Ministro BENEDITO GONÇALVES
Documentos anexos
Inteiro TeorRMS_29407_PR_1260351089421.pdf
Certidão de JulgamentoRMS_29407_PR_1260351089423.pdf
Relatório e VotoRMS_29407_PR_1260351089422.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Inteiro Teor

RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 29.407 - PR (2009/0079617-8)
RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES
RECORRENTE : FRANCISCO DE ASSIS PRAXEDES
ADVOGADO : FRANCISCO DE ASSIS PRAXEDES (EM CAUSA PRÓPRIA)
RECORRIDO : UNIÃO
EMENTA
TRIBUTÁRIO. RECURSO ORDINÁRIO EM MANDADO DE SEGURANÇA. CONTRIBUIÇAO PREVIDENCIÁRIA SOBRE OS PROVENTOS DE INATIVOS. CONSTITUCIONALIDADE DECLARADA PELO STF NA ADI 3.105/DF E NA ADI n. 3.128/DF. PRINCÍPIO DA SOLIDARIEDADE. CUSTEIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL. AUSÊNCIA DE DIREITO LÍQUIDO E CERTO.
1. A constitucionalidade da contribuição previdenciária incidente sobre os proventos de aposentadoria é tema já definitivamente julgado em controle concentrado de constitucionalidade pelo Supremo Tribunal Federal ( v.g .: ADI n. 3.105/DF e ADI n. 3.128/DF), o qual julgou inconstitucionais somente as expressões constantes dos incisos I e IIdo parágrafo único do art. da EC n. 41/2003, quais sejam "cinquenta por cento doesessenta por cento do".
2. O art. 6º da Lei n. 10.887/2003 tem o mesmo teor do art. , parágrafo único, II, da Emenda Constitucional n. 41/2003, de tal sorte que, se sua interpretação e aplicação é realizada pela autoridade impetrada nos termos do acórdão do STF, não há falar, novamente, em inconstitucionalidade.
3. A Seguridade Social é regida pelo princípio da solidariedade, de tal sorte que a contribuição em debate serve ao custeio de todo o sistema da Seguridade, e não somente à concessão de aposentadoria àqueles que contribuem.
4. Recurso ordinário não provido.
ACÓRDAO
Vistos, relatados e discutidos os autos em que são partes as acima indicadas, acordam os Ministros da Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça, por unanimidade, negar provimento ao recurso ordinário em mandado de segurança, nos termos do voto do Sr. Ministro Relator. Os Srs. Ministros Luiz Fux, Teori Albino Zavascki e Denise Arruda (Presidenta) votaram com o Sr. Ministro Relator.
Ausente, justificadamente, o Sr. Ministro Francisco Falcão.
Brasília (DF), 09 de junho de 2009 (Data do Julgamento)
MINISTRO BENEDITO GONÇALVES
Relator

Documento: 5507847 EMENTA / ACORDÃO - DJ: 24/06/2009
Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/6064448/recurso-ordinario-em-mandado-de-seguranca-rms-29407-pr-2009-0079617-8/inteiro-teor-12201931