jusbrasil.com.br
2 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça STJ - AgInt no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AgInt no AREsp 1031272 RS 2016/0326167-6

Superior Tribunal de Justiça
há 4 anos

Detalhes da Jurisprudência

Publicação

DJ 14/09/2018

Relator

Ministro PAULO DE TARSO SANSEVERINO

Documentos anexos

Decisão MonocráticaSTJ_AGINT-ARESP_1031272_14105.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Decisão

AgInt no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 1.031.272 - RS (2016/0326167-6) RELATOR : MINISTRO PAULO DE TARSO SANSEVERINO AGRAVANTE : WILSON MINUZZI - SUCESSÃO REPR. POR : ADACILA MARTINI MINUZZI REPR. POR : JOSE ATILIO MARTINI MINUSSI REPR. POR : MARISA MARIA PALMA REPR. POR : PAULO CÉSAR MARTINI MINUZZI ADVOGADOS : CARLOS FRANCISCO CAMILOTTI MONTEIRO - RS035556 PAULO CÉSAR MARTINI MINUZZI - RS032840 AGRAVADO : THEREZINHA FERNANDES MONTEIRO - SUCESSÃO REPR. POR : ILDA MARIA MONTEIRO KISSLINGER REPR. POR : HELENA BEATRIZ FERNANDES MONTEIRO ADVOGADOS : OSVALDO PERUFFO E OUTRO (S) - RS002920 DACIANO ACCORSI PERUFFO - RS030762 DECISÃO Vistos etc. Trata-se de agravos internos, interpostos por WILSON MINUZZI - SUCESSÃO (primeiro agravante - petição 00226176/2018, acostada à e-STJ Fls. 1020/1027) e por THEREZINHA FERNANDES MONTEIRO - SUCESSÃO (segunda agravante - petição 00227646/2018, acostada à e-STJ Fls. 1028/1035), contra decisão assim ementada: AGRAVOS EM RECURSO ESPECIAL. PROCESSUAL CIVIL ( NCPC). NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL. SÚMULA 284/STF. JUROS DE MORA. FUNDAMENTO INATACADO. SÚMULA 283/STF. SERVIDÃO. REVISÃO. SÚMULA 7/STJ. HONORÁRIOS SUCUMBENCIAIS. AGRAVOS DESPROVIDOS. Da análise dos presentes recursos, verifico que as razões veiculadas pelas partes recorrentes mostram-se relevantes, exigindo, assim, uma análise mais profunda. Ante o exposto, conheço dos agravos internos (petição 00226176/2018, - e-STJ Fls. 1020/1027; petição 00227646/2018 - Fls. 1028/1035) para reconsiderar a decisão agravada e, tornando-a sem efeito, determinar a reautuação do presente agravo como recursos especiais para melhor exame da controvérsia. À Coordenadoria para as providências cabíveis. Intimem-se. Brasília (DF), 10 de setembro de 2018. MINISTRO PAULO DE TARSO SANSEVERINO Relator
Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/625722425/agint-no-agravo-em-recurso-especial-agint-no-aresp-1031272-rs-2016-0326167-6