jusbrasil.com.br
27 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça
há 4 anos
Detalhes da Jurisprudência
Publicação
DJ 08/11/2018
Relator
Ministro OG FERNANDES
Documentos anexos
Decisão MonocráticaSTJ_EDCL-AGINT-RESP_1673054_21321.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Decisão Monocrática

Superior Tribunal de Justiça

EDcl no AgInt no RECURSO ESPECIAL Nº 1.673.054 - SP (2017/0117459-7)

RELATOR : MINISTRO OG FERNANDES

EMBARGANTE : FAZENDA DO ESTADO DE SÃO PAULO

PROCURADOR : EVA BALDONEDO RODRIGUEZ E OUTRO(S) - SP205688

EMBARGADO : JOSÉ TEIXEIRA DA SILVA

EMBARGADO : JOSE CELSO ROSALEM

EMBARGADO : JOSE DORIVAL BOVO

EMBARGADO : JOSÉ GOMES FERNANDES

EMBARGADO : JOSE ROSSI SILVA

EMBARGADO : JOSE VICENTE FILHO

EMBARGADO : JOAO GUERRERA

EMBARGADO : JOSE MASCARIN

EMBARGADO : LUIZ PESCE

EMBARGADO : LEONOR RAPPUCCI FORNAZARI

EMBARGADO : MARIA APARECIDA CORREA MATANO

EMBARGADO : MARIA CARMEN DE OLIVEIRA MOLINA

EMBARGADO : ORLANDO FERREIRA DE OLIVEIRA

EMBARGADO : OSWALDO RONCHIN

EMBARGADO : SYNVAL SILVA DOS SANTOS

ADVOGADOS : NELSON CAMARA (EM CAUSA PRÓPRIA) E OUTROS -SP015751 FERNANDA EUGÊNIA FERREIRA DIAS - SP245296

DECISÃO

Vistos, etc.

Trata-se de embargos de declaração opostos contra decisão que deu provimento à agravo interno da Fazenda do Estado de São Paulo.

A embargante aduz que "a r. decisão está eivada de contradição, isso porque nas suas razões de decidir o Ilmo. Relator demonstrou que reconsideraria a decisão que deu provimento ao Recurso Especial da outra parte, haja vista ter sido o Acórdão do Juízo a quo decidido com amparo na Constituição Federal do Estado de São Pulo, o que impediria o Colendo Superior Tribunal de Justiça, incompetente para apreciar o feito por ocasião Emenda Constitucional n. 45/2004".

Decido.

Os embargos declaratórios são cabíveis quando houver contradição nas decisões judiciais ou quando for omitido ponto sobre o qual se devia pronunciar o juiz ou tribunal, ou mesmo correção de erro material, na dicção do art. 1.022 do CPC vigente, algo inexistente no caso concreto.

Com efeito, a decisão agravada concluiu que, apesar de que a jurisprudência em caso como o dos autos entende pela aplicação da Súmula 85/STJ, restou um segundo fundamento que nega o direito com base em direito local, o que impede o exame do especial pela Súmula 280/STF.

Superior Tribunal de Justiça

Ante o exposto, acolho os embargos de declaração a fim de corrigir erro material do dispositivo para não conhecer do recurso especial.

Publique-se. Intimem-se.

Brasília (DF), 30 de outubro de 2018.

Ministro Og Fernandes

Relator

Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/645986849/edcl-no-agint-no-recurso-especial-edcl-no-agint-no-resp-1673054-sp-2017-0117459-7/decisao-monocratica-645986861