jusbrasil.com.br
17 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça
há 10 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
REsp 753253 MG 2005/0085779-8
Órgão Julgador
T3 - TERCEIRA TURMA
Publicação
DJ 20/02/2006 p. 339
Julgamento
15 de Dezembro de 2005
Relator
Ministro HUMBERTO GOMES DE BARROS
Documentos anexos
Inteiro TeorRESP_753253_MG_1265468909246.pdf
Certidão de JulgamentoRESP_753253_MG_1265468909248.pdf
Relatório e VotoRESP_753253_MG_1265468909247.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Certidão de Julgamento

CERTIDAO DE JULGAMENTO
TERCEIRA TURMA
Número Registro: 2005/0085779-8 REsp 753253 / MG
Números Origem: 200100568473 2255196 3024357
PAUTA: 21/06/2005 JULGADO: 15/12/2005
Relator
Exmo. Sr. Ministro HUMBERTO GOMES DE BARROS
Presidenta da Sessão
Exma. Sra. Ministra NANCY ANDRIGHI
Subprocurador-Geral da República
(AUSENTE)
Secretária
Bela. SOLANGE ROSA DOS SANTOS VELOSO
AUTUAÇAO
RECORRENTE : TRANSVALERIO LTDA
ADVOGADO : LUIZ FERNANDO VALLADAO NOGUEIRA E OUTROS
RECORRIDO : SIMONE APARECIDA DE OLIVEIRA E OUTROS
ADVOGADO : LUIZ ROBERTO FRANCO E OUTRO
ASSUNTO: Civil - Responsabilidade Civil - Indenização - Acidente - Transporte Rodoviário / Trânsito - Dano Material c/c Moral
CERTIDAO
Certifico que a egrégia TERCEIRA TURMA, ao apreciar o processo em epígrafe na sessão realizada nesta data, proferiu a seguinte decisão:
A Turma, por unanimidade, não conheceu do recurso especial, nos termos do voto do Sr. Ministro Relator. Os Srs. Ministros Ari Pargendler, Carlos Alberto Menezes Direito, Nancy Andrighi e Castro Filho votaram com o Sr. Ministro Relator.
Brasília, 15 de dezembro de 2005
SOLANGE ROSA DOS SANTOS VELOSO
Secretária

Documento: 2194728CERTIDÃO DE JULGAMENTO
Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/7175543/recurso-especial-resp-753253-mg-2005-0085779-8-stj/certidao-de-julgamento-12908592

Informações relacionadas

Âmbito Jurídico
Notíciashá 14 anos

Indenização reparatória de dano moral é direito personalíssimo

Jurisprudênciahá 5 meses

Tribunal de Justiça de Rondônia TJ-RO - APELAÇÃO CÍVEL: AC 7006375-93.2020.822.0005 RO 7006375-93.2020.822.0005

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 11 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Recurso Cível: 71002425205 RS