jusbrasil.com.br
26 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Superior Tribunal de Justiça
há 9 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
AREsp 216645 SP 2012/0167555-1
Publicação
DJ 15/02/2013
Relator
Ministra MARIA ISABEL GALLOTTI
Documentos anexos
Decisão MonocráticaSTJ_ARESP_216645_6f203.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Decisão Monocrática

Superior Tribunal de Justiça

AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 216.645 - SP (2012/0167555-1)

RELATORA : MINISTRA MARIA ISABEL GALLOTTI

AGRAVANTE : FAN SECURITIZADORA S/A

ADVOGADO : MANUELA BEATRIZ PONTES MACIEL E OUTRO(S)

AGRAVADO : TÊXTIL MN COMÉRCIO DE TECIDOS E CONFECÇÕES LTDA

ADVOGADO : MAURÍCIO APARECIDA CRESÓSTOMO E OUTRO(S)

INTERES. : RIBEIRO CHAVES S/A INDÚSTRIAS

DECISÃO

Trata-se de agravo manifestado por Fan Securitizadora S/A contra decisão que negou seguimento a recurso especial por entender que o dissídio jurisprudencial não foi corretamente demonstrado e por aplicar a Súmula n° 7 do STJ.

Da análise da petição de agravo de fls. 372/378, observo que a agravante não rebate, como seria de rigor, todos os fundamentos da decisão agravada, limitando-se a afirmar apenas que a divergência jurisprudencial foi demonstrada de forma analítica.

Em respeito ao princípio da dialeticidade, os recursos devem ser fundamentados, sendo necessária a impugnação específica a todos fundamentos da decisão recorrida.

Em face do exposto, nos termos do art. 544, § 4º, inciso I, do CPC, não conheço do agravo.

Publique-se. Intimem-se.

Brasília (DF), 05 de fevereiro de 2013.

MINISTRA MARIA ISABEL GALLOTTI

Relatora

Disponível em: https://stj.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/890069632/agravo-em-recurso-especial-aresp-216645-sp-2012-0167555-1/decisao-monocratica-890069737