jusbrasil.com.br
27 de Novembro de 2020
    Adicione tópicos

    Área dos tribunais ganhará bosque e mais vagas para carros

    Superior Tribunal de Justiça
    há 11 anos

    O Superior Tribunal de Justiça (STJ) ganhou, ao redor de suas dependências, novas vagas de estacionamento e um parque ecológico. Em solenidade nesta tarde, dirigida pelo presidente da Corte, ministro Cesar Asfor Rocha, o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, assinou o decreto que aprovou a criação de estacionamentos públicos e do parque Bosque dos Tribunais no Setor de Administração Federal Sul (SAF/Sul). A realização do ato atendeu as reivindicações do próprio ministro Cesar Rocha, dos demais ministros, dos servidores e de todos os usuários do STJ.

    A falta de estacionamento ao redor do Tribunal é um problema crescente que afeta não só os servidores, mas todos aqueles que precisam vir até a Corte de Justiça. Para o ministro Cesar Rocha, a criação de novas vagas vai facilitar o acesso à justiça, já que oferece uma melhor ambiência de trabalho tanto para os servidores quanto para aqueles que visitam o STJ.

    Somos todos muito agradecidos ao GDF por essas duas realizações. A primeira, o aumento considerável da área de estacionamento. E, a segunda, a criação do parque Bosque dos Tribunais, uma área que servirá como um pulmão para Brasília. Isso traz benefícios para todo mundo, afirmou o presidente.

    Para o governador José Roberto Arruda, a iniciativa cria condições mínimas para que o STJ possa acolher todos os servidores e também os usuários. Quanto à criação do parque ecológico, o governador destacou o gesto de responsabilidade social e urbana do Tribunal.

    O estacionamento vai ser importante porque, realmente, faltam vagas aqui no STJ e é nosso dever criar o mínimo de conforto para as pessoas que visitam esta Corte de Justiça. Além disso, a criação do bosque vai ser um pulmão verde aqui no coração de Brasília. Estou muito feliz com a sensibilidade dos ministros do STJ de terem essa idéia, disse Arruda.

    O vice-presidente do STJ, ministro Ari Pargendler, ressaltou que o estacionamento que o Tribunal ganhou vai se integrar no ambiente ecológico de Brasília, e isso está em sintonia com a jurisprudência do STJ em matéria de ecologia.

    Em relação ao meio ambiente, o Tribunal já tem mais de três mil decisões que promovem a preservação do meio ambiente. E tivemos a notícia de que o tribunal pretende adotar esse bosque. Ou seja, investir recursos do próprio tribunal para que ele se torne referência em ecologia, comemorou o ministro.

    A previsão é que as novas vagas de estacionamento e a primeira parte do parque estejam prontas até o final de dezembro.

    Bosque dos Tribunais

    Com uma área aproximada de 350 mil m², o Parque Bosque dos Tribunais foi criado para garantir a preservação paisagística do entorno de proteção da Praça dos Três Poderes e também promover a recuperação das áreas degradadas, preservando suas características de bosque. Além disso, pretende estimular o desenvolvimento de atividades de educação ambiental e promover o contato harmônico com a natureza.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)